Buscar

Estrelas de Brasília brilham no Sudeste do País


Defender, pancar, largar, explorar... ela faz de tudo e provoca sempre o o efeito Tand nos clubes por onde passa / Créditos: Osasco/São Cristóvão Saúde


Fabíola e Tandara, as duas maiores atletas de vôlei de Brasília na atualidade, brilharam nos campeonatos estaduais do Rio de Janeiro e de São Paulo no retorno das competições após a interrupção pela pandemia.


Fabíola é a levantadora do RJ/Sesc/Flamengo, equipe comandada pelo técnico Bernardo Rezende, o Bernardinho, e que levantou a taça do rapidíssimo campeonato carioca de vôlei feminino 2020, após vitória sobre o time infantojuvenil do Tijuca TC por 3 sets a 0 e sobre o Fluminense FC também por 3 sets a 0.


Tandara (foto) é a oposta do Osasco/São Cristóvão Saúde que lutou demais em uma final épica do Campeonato Paulista 2020. No primeiro jogo da grande decisão da competição, o Osasco venceu por 3 sets a 2 em casa. O jogo da volta foi ontem, 20/10. A partida parecia tranquila e tudo levava a crer que a equipe de Luizomar de Moura chegaria com facilidade à conquista.


Mas um vento mágico que misturou a energia das centrais do Sesi Bauru, a tranquilidade de Fê Ísis e a explosão de Adenízia, levou o time de Anderson Rodrigues a uma reação sensacional e a uma virada quase inacreditável no tie-break. Placar devolvido e vitória no jogo normal. Mas ainda havia o Golden Set, um set de 25 pontos para decidir naquele momento e ali mesmo, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru, quem levaria o troféu dourado para casa.


A oposta Tandara mostrou qualidade e o 37º ponto marcado por ela na partida, foi o ponto derradeiro do Golden Set. E o Osasco conquistou o seu pentadecacampeonato paulista de vôlei feminino adulto. Além disso, o campeonato paulista, o melhor estadual do país, deu uma prévia do que serão esses dois importantes times na próxima Superliga A que tem data para começar: 09 de novembro de 2020.


Luciano Villalba Neto

Jornal Passe A

7 visualizações0 comentário